22 de Janeiro de 2008

O conceito de "almas gémeas" para Platão

[que desgraça! e ainda há quem tenha esperanças no amor!]
"No início, os géneros dos homens eram três e não dois como agora: macho e fêmea, mas também havia um terceiro que juntava os dois precedentes. (...) Então, o andrógino era uma unidade, na figura e no nome, constituído pela natureza masculina e pela feminina. (...)
A figura de cada homem era absolutamente redonda, com as costas e os flancos em forma de circulo, tinha quatro mãos e tantas pernas quanto as mãos e dois rostos sobre um pescoço arredondado totalmente iguais. E tinha uma única cabeça para ambos os rostos voltados em sentido oposto e quatro orelhas e dois órgãos genitais. (...)
Eram terríveis por causa da sua força e vigor e tinham grande soberba a ponto de tentarem atacar os Deuses. (...) Depois de muito meditar, Zeus disse: “Parece-me que tenho à disposição um meio de os homens continuarem a existir e, enfraquecidos, deixarem de ser tão desenfreados. (...)”
Depois de ter dito isto, cortou os homens em dois, como aqueles que cortam as sorvas para as secar ou como aqueles que cortam os ovos com uma crina. (...)
Então, depois de a natureza humana original ter sido dividida em duas, cada metade, desejando fortemente a outra metade que era sua, tendia a reunir-se com ela.
E lançando os braços à volta dela e apertando fortemente uma contra a outra, desejando muito fundir-se juntas, morriam de fome e de inactividade, porque cada uma delas não queria fazer nada separada da outra. E quando morria uma e a outra continuava viva, a sobrevivente procurava a outra metade e enlaçava-se nela, quer embatesse na metade de uma mulher..., quer embatesse na metade de um homem. E deste modo morriam."

*Simpósio, Platão

3 comentários:

pantunes disse...

Apreee! As coisas que tu andas a ler! ainda bem que já não há dessas coisas por aí. Há outras, mas nada tão feio como estas.

melancia disse...

sou tão inculta... acho que nunca iria ler algo do género...

arl.junior disse...

Parabens! Bem explicado gostaria de ler mais sobre isso! Boa iniciativa.